OPINIÃO: ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE JUAZEIRO - A DESAGREGAÇÃO E O INDIVIDUALISMO FRAGILIZA A "OPOSIÇÃO" E BENEFICIA O GRUPO DA ATUAL GESTÃO .



Prof. Taciano Gustavo Medrado Sobrinho, 
Professor, engenheiro, administrador

Há pouco mais de 4 meses para as eleições municipais – primeiro turno será no dia 15 de novembro – o cenário que se apresenta para os eleitores juazeirenses é muito preocupante, principalmente para aqueles que esperam uma mudança na gestão municipal. A leitura que faço com esse editorial com certeza vai gerar muita polemica e muita discussão, quiçá até juízo de valor sobre o que vou escrever. Mas esse é o oficio do jornalismo, provocar a dialética.

Ressalto que os nomes que forem citado nesse editorial tem o meu maior respeito como cidadãos honrados e por terem se tornados  “homens públicos” me permitem cita-los .

Vou começar comentando sobre o surgimento de uma suposta "oposição" que insinuou  atuar com o propósito de frear o ímpeto do atual grupo que se encontra no poder ha quase 12 anos liderado pelo ex-prefeito Isaac Carvalho.  Um dos primeiros nomes fortes  foi a do coronel Anselmo Bispo  cujo nome em principio caiu no gosto de uma boa  parte dos juazeirenses e a partir dele mais de uma dezena de nomes começaram também a aparecer  empunhando a bandeira da oposição, e citamos: Pastor Teobaldo, Capitão Moreira , Carlos Neiva , Wank Medrado, Mario Espínola Ramos , Valdemar Borges , Kalber , Raffani, Cuscuz , etc...

De repente a própria oposição começou a formar  grupos, que imediatamente começaram a se articular na busca por apoios. Só que na verdade estes grupos na nossa visão, ao invés de "somar" e tornar-se fortes em direção a um projeto único , nos parece que a tendencia é dividir e fragilizar. Por que afirmo isso ? Como integrante da imprensa escrita vimos  acompanhando o desenrolar dos fatos e pela nossa posição, ouvimos todos os lados, seja da oposição, do centro, ou da esquerda. 

O que o eleitor juazeirense  tem percebido é que parece que o projeto d´antes tão propagado  de se formar uma oposição forte só ficou  no papel , haja visto as noticias e os boatos que nos chegam. Vamos a eles !

Todo entusiamo  que o Coronel Anselmo Bispo injetou logo de inicio quando seu nome foi apresentado  parece que arrefeceu, hoje vemos ele e o grupo que o apoia  mais comedidos, menos  presentes a mídia ou sequer mesmo as redes sociais, será uma estratégia de algum marqueteiro? que partido o coronel sairá, o DEM de ACM neto que está se alinhando com o PT de Rui Costa ? Raffani e Kalber da mesma forma. Vamos falar sobre o grupo do partido verde - PV, esse que juntou quatros prefeituráveis a saber: Caros Neiva, Wank Medrado, Mario Pina, e Valdemar Borges, segundo se comenta  entraram em "autofagia" , diante da postura adotada pelo empresario Carlos de Neiva de tentar largar na frente e de maneira individual já entrar em campanha, conforme  dizem "atropelando" seus parceiros de partido. 

Algumas ações de Carlos "mainha" levam a essa conclusão: Está usando um canal criado em julho de 2019  no facebook chamado "Você em foco", comandado  por um bloqueiro" chamado  "Você em foco",onde apresenta as suas ideias e proposições e o que dizem é que tem se afastado dos outros tres pré-candidatos do PV, o que aliás pelo que se sabe o "quarteto do PV"  não decidiu até agora que nome apoiarem pra concorrer a convenção, portanto, a decisão de Carlos Neiva nos parece ter sido unilateral. 

Haveremos de nos alertar também sobre o grupo de Joseph Bandeira, que parece estar convencido da sua inabilidade para concorrer ao pleito desse ano por força de sentença transitado em julgado da justiça e portanto aposta no nome de uma mulher, a ex-vereadora Suzana Ramos.  E por fim, o Capitão Moreira que se apresenta como uma terceira via, já que nunca exerceu cargo eletivo e que também é um dos chamados opositores que parece ter adotado uma politica de "Eu  comigo" já que defende o slogam "LIMPE"  que o deixa em uma situação de "Beco sem saída" em querer apoiar a "velha politica" .

De uma coisa nos paira a certeza de que, mesmo com índice de rejeição jamais visto na historia politica de Juazeiro, correndo por fora e assistindo a todo esse imbróglio está o grupo de Isaac Carvalho e Paulo Bomfim que vislumbram um tropeço da "oposição' pra verem cair no colo deles, de novo , mais quatro  de mandato, o que de fato não é impossível de acontecer se a oposição não agir com inteligencia e alguns dos pré-candidatos não abrirem mão dos seus anseios e projetos pessoais.

Só nos resta esperar como esse filme vai terminar.


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS