EDITORIAL: DIANTE DO CAOS PROVOCADO PELA PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS PREFEITO DE JUAZEIRO INSISTE EM COBRAR O IPTU E AINDA FALA EM EMPATIA E PRUDENCIA .


Foto ilustração internet


Por. Taciano Gustavo Medrado Sobrinho
Professor , Engenheiro e Administrador 

Olá caríssimo(a)s leitore(a)s,

Mais uma vez o prefeito de Juazeiro, o senhor Marcus Paulo Alcântara Bomfim  não obstante todos os problemas por que passa a população causado pela pandemia do novo coronavirus, insiste em cobrar o famigerado IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano dos cidadãos. 

Enquanto várias cidades do pais estão isentando a cobrança desse imposto para esse ano  de 2020,  o gestor publico municipal,  através da secretaria de finanças insiste em apenas prorrogar o prazo de pagamento. 

Esquece o prefeito que as pessoas estão "desocupadas " e sem nenhuma fonte de renda e mal estão conseguindo ter dinheiro para  comprar alimentos e muitos recorrendo a ajuda de amigos e parentes  para conseguir o alimento de cada dia .para as sua famílias.  Prorrogar pagamento não basta ! não vai resolver senhor prefeito, pois quem não tem dinheiro hoje, com certeza não terá amanha e nem terá por um longo período de tempo  . 

Nesse momento de dificuldade por que passa o pais, todos tem abrir mão e colaborar, os empresários estão abrindo mão maneira coercitiva de auferir renda pois seus estabelecimentos  estão fechados . Perguntamos : como o empresario vai pagar imposto predial e territorial se não está funcionando? Que matemática financeira  é essa que o prefeito municipal e sua secretaria de finanças aprendeu ?

Não temos dúvidas que entre passar fome e cumprir com a obrigação tributária o cidadão vai optar pela primeira opção e não pode á luz  do principio da dignidade da pessoa humana ser punida ou penalizada . 

E antes que os "cerceadores de opiniões " venham alegar  que estamos fazendo  "politicagem', vão logo sabendo , estou exercendo o meu direito de constitucional de me expressar e de opinar e acima de tudo de defender os menos favorecidos. 

Na nota  abaixo , a secretaria interina Priscila Borges de  final fala diz  "prefeito Paulo Bomfim que, com muita empatia e prudência, vem buscando alternativas para atenuar as consequências financeiras acarretadas pela pandemia da Covid-19" . Me parece uma piada de mal gosto tal declaração , na verdade eminente secretária esqueceu o significado  das duas  palavra "Empatia " e "Prudencia " , pois insistir na cobrança desse tributo é um absurdo e um ato de desumanidade para os cidadãos que estão passando por terríveis momentos nas suas vidas . 

Segundo o portal Zap a  prefeitura publicou a seguinte nota  : 

"Para aliviar as consequências financeiras causadas pela pandemia do COVID-19, além das medidas preventivas já tomadas para proteger a população do contágio do coronavírus, sendo Juazeiro a primeira cidade da Bahia a adotar estas ações, o prefeito Paulo Bomfim publica, nesta quinta-feira (14), Decreto que altera o calendário fiscal, prorrogando o prazo para o pagamento da cota única do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU 2020.

Com o novo Decreto, o imposto poderá ser pago em cota única até o dia 31 de julho de 2020, com descontos de 30% para os contribuintes que estiveram adimplentes com o imposto de anos anteriores e 10% para os demais contribuintes. O documento ainda prorroga para a mesma data o prazo para requerimento do desconto de 50% para aposentados e pensionistas, com renda de até três salários mínimos, desde que possuam apenas um imóvel em Juazeiro.

De acordo com o prefeito Paulo Bomfim, o município tem se empenhado em todas as áreas para que a população tenha segurança para se proteger do contágio e para reduzir o impacto financeiro da pandemia. “É um momento delicado e estamos tratando com toda a sensibilidade possível, para que nem o município nem a população juazeirense saia prejudicada. Estamos em diálogo constante com os diversos setores da sociedade e acredito que juntos vamos passar por esta tormenta com um menor prejuízo”, declara o prefeito.

A secretária interina da Fazenda, Priscila Borges reforça que a iniciativa encontra um equilíbrio entre as responsabilidades do município e dos contribuintes. “A medida é uma iniciativa do prefeito Paulo Bomfim que, com muita empatia e prudência, vem buscando alternativas para atenuar as consequências financeiras acarretadas pela pandemia da Covid-19 e oferecer aos contribuintes oportunidades para que possam cumprir suas responsabilidades tributárias determinadas por Lei”, frisa a secretária interina da Fazenda, Priscila Borges.


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário:

  1. Está faltando óleo de peroba? Deve ser piada de mal gosto... o povo está cansado de tanta enganação, por isso e muito mais, conclamo: apoie o projeto AVANTE! LIMPE Juazeiro.
    Capitão MOREIRA
    Pré-candidato a Prefeito em Juazeiro e presidente de honra do AVANTE

    ResponderExcluir

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS