CASO PROMATRE : FUNCIONÁRIOS DENUNCIAM QUE O PREFEITO PAULO BOMFIM NÃO CUMPRIU NA SUA TOTALIDADE O ACORDO FIRMADO .


Foto montagem blog do professor TM
Da Redação
Prof. Taciano Medrado

A nossa redação  recebeu agora a tarde , via whats  app,  de um dos funcionários da PROMATRE , que pediu para que o seu nome seja preservado, denunciando  de que os funcionários da Promatre em Juazeiro (BA), juntamente com suas respectivas famílias ainda estão privados de realizar necessidades básicas como alimentação e acesso ao transporte público pela falta dos repasses da prefeitura à unidade hospitalar.

De acordo com o Diretor executivo do hospital Promate de Juazeiro o senhor prefeito Marcus Paulo Bomfim pagou pouco mais de 250 mil reais na semana passada ,  do montante de mais de Dois milhões de reais e ficou de reescalonar as demais parcelas devidas , o que até o presente momento não fez.   

Vale lembrar que em reunião realizada na tarde  do dia  (29), o prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim (PCdoB), firmou um acordo com o gestor do Hospital Pro Matre, Vitor Borges, para sanar os débitos com a unidade de saúde. A medida ocorre após cerca de três meses com os repasses de mais R$ 2 milhões atrasados pela gestão municipal, o que culminou em atrasos de salários e 13º dos servidores do hospital.

O Prefeito permanece no mais absoluto silêncio, assim como a secretária de saúde. As grandes atrações do carnaval estão chegando. A desculpa de que o Fundo a Fundo ainda não entrou, não enche panela. A dívida de Urgência e Emergência é de 5 meses”, informou o denunciante .

O  - Fundo a Fundo -    trata-se de uma transferência de recurso do Ministério da Saúde e das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde aos fornecedores e prestadores de bens e serviços na área da saúde do Sistema Único de Saúde SUS – no caso a Promatre,  entretanto, como afirma a denúncia, embora  - os cofres da prefeitura estejam abarrotados de emendas’ - a emergência em pauta é o carnaval.

Na ocasião o diretor executivo da PROMATRE , Dr. Pedro Filho  dizia acredita r que a situação seria resolvida em breve. Do total da dívida, cerca de 25% foi pago na semana passada e algo entre 10% e 12% seria ressarcido  quinta-feira (30). Como acordado entre as partes, o restante do dinheiro deveria  ser pago a partir nessa semana , o que parece não ter sido feito.

E alfineta : Quando é para fazer festa , carnaval , vasquejada , logo , logo aparece dinheiro de todo lugar, afinal esses eventos trazem visibilidade apar o prefeito , salário  de servidores da saúde não !

Indignado o denunciante desabafa : Faz festa quem pode. O que é o carnaval diante dessa situação?”. 

Deixamos o espaço aberto para que tanto o gestor publico municipal Marcus Paulo Bomfim quanto a direção do hospital PROMATRE se pronunciem sobre a denuncia formalizada ao nosso blog. 

Fonte: Whats app

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS