CRISE NO PERU: MP entrega ao Congresso acusação contra presidente de esquerda Pedro Castillo pelos supostos crimes de organização criminosa, tráfico de influência e conluio. Entenda!

Foto reprodução Internet/Google

O Ministério Público do Peru apresentou na 3ª feira (11.out.2022) no Congresso do país acusação contra o presidente peruano, Pedro Castillo, pelos supostos crimes de organização criminosa, tráfico de influência e conluio. O chefe do Executivo do Peru disse que as acusações representam uma “perseguição” do órgão.

Em pronunciamento, a procuradora-geral do país, Patricia Benavides, declarou que a acusação se baseia na descoberta de obtenção de benefícios econômicos para nomeações em cargos-chave, na cobrança de percentagens de licitações obtidas ilicitamente e no uso ilícito de poderes presidenciais.

O MP encontrou, segundo a procuradora, “graves indícios da suposta existência de uma organização criminosa entrincheirada no Palácio do Governo com o objetivo de assumir, controlar e direcionar processos de contratação para obtenção de lucros ilícitos”.

Benavides falou que a organização criminosa seria liderada por Castillo e integrada, entre outros, pelos ex-ministros Juan Silva e Geiner Alvarado. Ainda, por Hugo Chávez, ex-gerente da Petroperú (companhia petrolífera estatal do Peru).

A procuradora declarou que houve “assédio contra a equipe especial de promotores e a Polícia Nacional”. Algo que, conforme Benavides, “coloca em sério perigo a continuidade das investigações e a descoberta da verdade que todo o povo peruano espera conhecer”.

“A partir deste momento é responsabilidade do Congresso decidir sobre o trâmite da acusação constitucional. O combate à corrupção em todas as esferas do Estado deve ser unânime”, disse a procuradora.

A denúncia será avaliada no Congresso pela Subcomissão de Acusações Constitucionais. Caso avance, segue para a Comissão Permanente e, depois, para o plenário.

Castillo disse ser alvo de uma “perseguição” do Ministério Público, mas falou estar disposto a deixar seu sangue correr “pela rua em benefício do povo”.

“Começou a execução de uma nova forma de golpe de Estado no Peru”, declarou a jornalistas estrangeiros, citado pela agência Efe. O presidente peruano negou “categoricamente” as acusações e condenou a atuação do Ministério Público. Segundo ele, o órgão age com motivações políticas.

Fonte: Poder 360

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS