Justiça estadual da Bahia aceita denúncia do MP contra o Coordenador da campanha do ex-presidente Lula (PT), ex-governador Jaques Wagner

Foto divulgação

Um dos coordenadores da campanha do ex-presidente Lula (PT) ao Planalto, o senador Jaques Wagner virou réu na Justiça estadual da Bahia por corrupção passiva. A ação é derivada da Operação Lava Jato e tramitará na 1ª Vara Criminal Especializada de Salvador.

A denúncia foi movida pelo Ministério Público da Bahia por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco). Ela foi aceita em junho, mas a notícia veio à público nesta semana, de acordo com informações do site O Antagonista.

Segundo o MP, Wagner teria aceitado R$ 30 milhões da Construtora Norberto Odebrecht durante sua gestão como governador da Bahia, em 2014. Em troca, ele atuaria para dar fim a uma dívida antiga da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb) com a Odebrecht envolvendo a construção da Adutora do Sisal.

Além de Jaques Wagner, também foram denunciados o ex-CEO da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e os ex-executivos da empresa, Cláudio Melo Filho, André Vital Pessoa de Melo e Benedicto Barbosa da Silva Júnior.

FontePortal Novo Norte

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS