Prefeitura e servidores avançam as negociações salariais em Juazeiro

Foto: Ascom/PMJ

A Prefeitura de Juazeiro prezando sempre pela transparência e pelo diálogo, nesta quinta-feira (10), recebeu mais uma vez representantes de associações e sindicatos de servidores municipais de Juazeiro, para uma nova rodada de negociação sobre recomposição salarial.

Na reunião foram discutidos ganhos gerais para os servidores e o governo municipal conseguiu ofertar como percentual máximo de 11% (onze por cento) para os servidores efetivos, sendo 10,06% de recomposição salarial e 0,94% de ganho real.

Em comum acordo, por meio da solicitação dos sindicatos e associações de servidores, a gestão conseguirá realizar o pagamento retroativo da diferença referente aos meses de janeiro e fevereiro, em parcela única, já com repercussão na folha salarial do mês de março, da mesma forma que a promoção e/ou progressão do ano de 2020 será concedida a todos os servidores efetivos aptos. 

Excetuam-se desta pauta os profissionais do magistério, agentes de endemias e agentes comunitários de saúde. A gestão já definiu datas juntamente com as associações e sindicatos representativos a partir da próxima terça-feira (15) para discutir direitos com as categorias respectivas.

Participaram da reunião o Secretário de Governo, Alcione Enéas, os assessores especiais Rivas Espínola e Allan Jones e representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Juazeiro (Sinserp), Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sintrab), Associação dos Guardas Municipais de Juazeiro (AGMJ) e Associação dos Trabalhadores de Educação, Pensionistas, Aposentados e Ativos de Juazeiro (ATEPAAJ).

 Ascom/PMJ

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário:

  1. A prefeita tá off, secretários e assessores que respondem por Suzana ramos. Nenhum sindicato, principalmente dos professores aceitaram esse 10% vergonhoso. O presidente Bolsonaro deu 33,24% . A verba está chegando ou se não já chegou de milhões. Dá para ser um reajuste de 50%se quiserem, aliás, se a dona da caneta ,a secretária de Educação quiser. A prefeita sumiu, outros não tem propriedade de cálculos. O governo federal decretou, é lei. 33,24% para os professores se não pagar tem o ministério público federal

    ResponderExcluir

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS