Sanções da União Europeia ao Banco Central russo entram em vigor. A medida visa impedir o financiamento para a permanência da guerra

 

© Fornecido por RedeTV!

A partir desta segunda-feira (28), as sanções impostas pela União Europeia passam a valer ao Banco Central russo. Entre as medidas, estão inclusas as transações realizadas através do instituto financeiro e o impedimento de ativos de Vladimir Putin no banco, com o intuito de não permitir o financiamento para a permanência da guerra. As informações são da RedeTV

Segundo o chefe de política externa da União Europeia, Josep Borrel, as novas sanções declaradas junto aos parceiros do G7 permitem que quase a metade dos bens financeiros da Rússia sejam bloqueadas. 

Além disso, conforme especialistas, a ação também é capaz de impedir que o rublo seja estabilizado pelo país. 

No entanto, apesar disso, Borrel afirma que nem todos os recursos poderão ser barrados, pois não são todos que estão presentes nos estados ocidentais. 

Ao decorrer dos conflitos, a UE e a Suíça estudam impor mais sanções, e a Rússia deixa de fazer parte do sistema denominado como Swift.


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS