TENSÃO INTERNACIONAL: Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden anuncia envio de tropas ao Leste Europeu

Militar americano participa de envio de equipamentos à Ucrânia. 21/01/2022 Mauricio Campino/US Air Force/AFP 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que irá enviar tropas norte-americanas para o Leste Europeu em breve. O anúncio foi feito em meio a tensão entre a Rússia e a Ucrânia na região.

Vou mobilizar soldados para o Leste Europeu e países da Otan no curto prazo. Não muitos”, disse Biden a repórteres na 6ª feira (28.jan.2022). O presidente norte-americano não especificou uma data para o envio de militares.

A Otan (Organização do Tratado Atlântico Norte) é liderada pelos EUA. Na última 2ª feira (24.jan), a organização anunciou que enviaria reforços militares para países próximos à Ucrânia no Leste Europeu, incluindo navios e caças.

Os EUA avaliam como real a possibilidade de uma invasão militar russa à Ucrânia. As tensões vêm aumentando nos últimos dias depois que a Rússia enviou mais de 100 mil soldados para a fronteira entre os 2 países. O presidente russo, Vladimir Putinnega que esteja preparando uma invasão.

Na 5ª feira (27.jan), Biden conversou por telefone com o líder ucraniano, Volodymyr Zelensky. O norte-americano reforçou o apoio do país à Ucrânia.

Biden reafirmou a “prontidão dos Estados Unidos, juntamente com seus aliados e parceiros, para reagir de maneira decisiva se a Rússia invadir a Ucrânia”, disse a Casa Branca, em nota.

SUSPEITA DE INVASÃO

Segundo oficiais norte-americanos afirmaram à agência de notícias Reuters os soldados russos na fronteira da Ucrânia têm estoques de materiais que permitiram uma invasão, inclusive suprimentos de sangue para feridos.

Para os EUA, isso mostra “claramente” que a Rússia tem o que precisa para invadir o território ucraniano.

Tanto o governo russo quanto o norte-americano estão dialogando.  Os Estados Unidos afirmam que querem manter o diálogo por “via diplomática. No entanto, negou as principais demandas russas.

Na 5ª feira (27.jan), o governo de Putin afirmou que os EUA ignoraram a exigência do congelamento da expansão da Otan na Ucrânia. Também foi ignorada a demanda de redução da presença de tropas da aliança militar no Leste Europeu, que agora deve aumentar, segundo o anúncio de Biden.


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS