ARTIGO: Saiba quais são os Três requisitos fundamentais antes de aposentar

 

Foto ilustração internet/Google

Formada em Recursos Humanos; Estudante de Direito no 9º semestre; Pós Graduanda em Direito Civil, Processual Civil e Metodologia Didática para Ensino Superior; 

Três  requisitos fundamentais antes de aposentar: planejamento, conhecimento sobre seu direito e organização.

Para auxiliar, o artigo dispõe de 7 perguntas pontuais.

Esse artigo é para você que pretende se aposentar em breve, ou mesmo daqui alguns anos, o ideal é realizar alguns passos que permitem evitar a demora na sua aposentadoria.

Ah e você que ainda falta um longo caminho a ser percorrido, fica a dica pra um bom planejamento previdenciário


Planejamento
É isso mesmo, caros leitores!
Planejamento é o primeiro passo antes de se aposentar.

1 - O que é planejamento?

Segundo Maximiano (2004, p. 131) “[...] Planejamento é o processo de tomar decisões sobre o futuro. As decisões que procuram, de alguma forma, influenciar o futuro, ou que serão colocadas em prática no futuro, são decisões de planejamento. [...]”


2 - O que podemos associar com o planejamento previdenciário?

Planejamento previdenciário é uma estratégia de análise das informações do contribuinte com o objetivo de determinar o melhor momento para solicitar a concessão de aposentadoria, ou seja, é uma análise muito complexa e minuciosa.

Dito isso, se o trabalhador não conhece as etapas para conseguir a aposentadoria, ele pode agir de forma incorreta e ter seu pedido negado

Por isso, é de suma importância um profissional especializado na área para conseguir auxiliar da melhor forma possível, com as melhores ferramentas, visando o benefício mais apropriado para seu cliente.

Conheça seu direito

Sem conhecer os direitos previdenciários, e principalmente a modalidade que encaixa no seu caso, você pode sofrer com demoras no processo, com investimentos desnecessários e até com um valor injusto de benefício, até mesmo a negativa do INSS.

Isso porque você pode acabar pedindo a sua aposentadoria antes de completar os requisitos.

3 - O que fazer se o benefício for negado?

Na prática, isso gera uma demora desnecessária, porque o pedido precisa ser refeito do zero.

Além disso, você também pode acabar demorando mais para pedir o benefício, ou seja, mais demora desnecessária.

4 - Você já sabe qual modalidade se encaixa no seu caso?

As regras variam de acordo com o tipo de profissão e contribuição feitas à previdência, ou seja, cada caso é um caso!

É isso mesmo, a modalidade cabível para sua situação, vai depender de qual maneira é feita as suas contribuições; qual o período das contribuições; dos valores contribuídos; se faz tempo que não contribui; se continua contribuindo; se trabalhou em regime especial; se é professor; se é funcionário público; se é MEI; se é contribuinte individual; enfim; vai depender de cada situação.

Por isso, enfatizo a importância de um profissional da área.

Lembrando que cada motivo relevante citado acima, pode impactar diretamente na demora do seu processo previdenciário.

Abaixo demonstra-se alguns exemplos de regras que você pode ter direito:

I - Aposentadoria Especial por insalubridade ou periculosidade;

II - Especial com atividade com natureza policial;

III - Servidor Público comum, especial ou com integralidade no RPPS;

IV - Servidor Público comum ou especial no INSS;

V - A especial de professores no serviço público;

VI - de professores especial no ensino privado;

VII - Aposentadoria Especial da Pessoa com Deficiência;

VIII - Rural ou Pesca em regime familiar (segurado especial);

IX - Por invalidez.

Organização

Após entender as regras que podem trazer o melhor benefício para sua situação, você precisará organizar e reunir os documentos necessários para comprovar o tempo de contribuição.

5 - Você sabe quais são os documentos necessários?

A Carteira de Trabalho (CTPS);

O LTCAT, documento essencial para a Aposentadoria Especial;

O CNIS;

Para o servidor que precisar averbar o tempo de contribuição de diferentes regimes, a CTC;

Na falta dos documentos básicos, documentos alternativos como: reclamatória trabalhista, contrato de trabalho, guias de pagamento à previdência social, etc;

Documentos que comprovem que trabalhou em regime rural familiar;

Laudos médicos para casos de aposentadoria por invalidez ou de PCD.

Atenção: não esqueça de guardar e atualizar todos os documentos que você recolheu durante todo o tempo de contribuição. Ou seja, além de coletar todos os documentos comprobatórios necessários, é importante também mantê-los atualizados.

Pensa só, se falta um desses documentos?

É melhor se organizar com antecedência, não?!

6 - Você sabe como proceder se o CNIS constar informações divergentes da CTPS ou até mesmo faltar alguma contribuição

Faça um agendamento no INSS pelo site: https://meu.inss.gov.br/central/#/log

Peça a revisão do CNIS;

Leve até a agência algo que comprove o tempo de trabalho que não está registrado no documento, ou verifica se no site consegue fazer (por conta da pandemia alguns atendimentos estão suspensos);

7 - Se perdeu a Carteira de Trabalho (CTPS), o que fazer para comprovar?

Não se desespere!

Abaixo segue o link do Governo, para você ter acesso a Carteira Digital.

https://www.gov.br/pt-br/servicos/obteracarteira-de-trabalho

Lembrando que, essa comprovação pode ser feita através da carteira de trabalho e de contracheques, bem como por documentos alternativos.

 


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS