NOTICIAS INTERNACIONAIS: Com Biden, EUA restauram apoio de US$ 235 milhões aos palestinos

Acampamento de refugiados palestinos na Cisjordânia ocupada em agosto de 2011 (Foto: Unrwa/Ala’a Ghosheh)

Da Redação
Por: Prof. Taciano Medrado

O governo dos EUA anunciou na quarta (7) que vai reiniciar o financiamento para a UNRWA (Agência das Nações Unidas para Refugiados Palestinos). O auxílio, cortado pelo ex-presidente Donald Trump, deve chegar a US$ 235 milhões. As informações são do site de notícias internacionais A Referência

O secretário de Estado Anthony Blinken detalhou o pacote, que inclui US$ 150 milhões para ajuda humanitária e o restante em auxílios econômicos e de desenvolvimento, conforme informações da Reuters. A medida parte do esforço de reparar os laços com a Autoridade Palestina – quase totalmente encerrados após 2018.

Funcionários de Biden também apontaram que Washington buscará restabelecer as negociações paela solução de dois Estados. Um acordo de paz no conflito entre Israel e Palestina deve ressurgir como uma das prioridades da política externa dos EUA.

O processo, porém, está previsto para iniciar a partir das eleições palestinas, entre maio e julho – o primeiro pleito desde 2006. Até lá, Washington consulta o Congresso sobre possíveis obstáculos legais para a retomada das tratativas.


Doações bloqueadas desde 201

Trump bloqueou quase toda a ajuda à agência após romper os laços com a Autoridade Palestina e deixar clara a sua preferência por Israel. À época, analistas apontaram a medida dos EUA como uma tentativa de forçar os palestinos a negociar com Tel Aviv – saída rejeitada pelas lideranças de Ramallah

A UNRWA fornece ajuda a cerca de 5,7 milhões de refugiados palestinos na Cisjordânia ocupada, na Faixa de Gaza e por todo o Oriente Médio. Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel e aliado de Trump, já havia pedido o desmantelamento da agência.

Na Palestina, o presidente Mahmoud Abbas saudou a decisão de Biden, enquanto o primeiro-ministro Mohammed Shtayye pediu que Washington lidere um “novo caminho político” na região. O embaixador de Israel nos EUA, Gilad Erdan, por outro lado, afirmou que a renovação incita “atividades antissemitas” na região.

A maioria dos refugiados assistidos pela UNRWA descendem dos cerca de 700 mil palestinos expulsos de suas casas na guerra de 1948, que levou à criação de Israel. Em 2017, os EUA disponibilizaram US$ 365 milhões à agência.

 

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS