ELEIÇÃO NA CÂMARA DE DEPUTADOS: Deputados votam para eleger novo presidente da Câmara. Veja o que acontece agora!

Foto do plenário da câmara dos deputados 

Da Redação
Por: Prof. Taciano Medrado

O que acontece agora?

Os deputados votam em cabines instaladas nas dependências da Câmara. Ao contrário do Senado, o processo é eletrônico.

Eles são chamados em grupos de 5, em ordem alfabética.

Ganha quem conseguir os votos de mais da metade dos deputados presentes. Se ninguém chegar lá, haverá segundo turno entre os dois mais votados.

Após atritos com o grupo de Arthur Lira, Maia fez um discurso de pacificação antes de deixar o comando da Câmara.

"As brigas passaram, vamos eleger o novo presidente. Tivemos um momento de mais atrito, no meu caso com a candidatura do Arthur Lira. A ele e àqueles que se sentiram ofendidos com algo que falei, não foi minha intenção", disse.

Muito emocionado na despedida, Maia chorou ao falar. "Tenho orgulho de ser presidente dessa Casa e, mais do que isso, de ser deputado federal".

Em seu discurso, Baleia Rossi defendeu uma Câmara independente do Planalto. Nos últimos dias, ele criticou a atuação do governo em favor de Lira. O deputado também prometeu trabalhar por uma distribuição mais igualitária dos recursos de emendas.

"Não só voz, mas recursos legítimos, republicanos no orçamento, para que todos possam exercer na sua plenitude os seus mandatos", disse. "Precisamos voltar a debater uma agenda social para acolher as pessoas que estão passando extrema dificuldade com essa pandemia que ainda não acabou."

Baleia Rossi fez elogios a Maia, agradeceu o apoio dos partidos que formam seu bloco, incluindo a oposição, e disse que acredita em uma vitória no segundo turno.

Arthur Lira fez críticas indiretas a Maia em seu discurso. Sem citar nomes, ele disse que a Câmara não pode ser "de apenas um".

"É tendo em vista a representatividade deste plenário, que se fosse um país teria 51 milhões de pessoas, que eu coloquei desde o início a questão fundamental de uma nova forma de funcionamento desta instituição: 51 milhões de votos não podem ser funcionários, não podem ser submissos, não podem ser subalternos da vontade de apenas um. Da vontade de um só."

"Olhem para a cadeira da presidência: por acaso há ali um trono? Não! Ao lado do presidente, há outras cadeiras, demais representantes da Mesa Diretora", afirmou.

Alexandre Frota, do PSDB, decidiu retirar sua candidatura independente em apoio a Baleia Rossi. Lista fica com 8 nomes agora.

Com informações do G1.


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS