SEM INVESTIMENTOS PÚBLICOS, NATIVOS DO RODEADOURO PEDEM SOCORRO

Fotos Mônia Ramos

Por: Mônia Ramos

Sem investimentos o cartão postal mais visitado do Vale do São Francisco está completamente abandonado, é o que relatam os moradores da Vila e da Ilha do Rodeadouro.

 A sobrevivência das famílias e a manutenção do turismo local estão cada vez mais difíceis, já que faltam investimentos públicos e sobram problemas. Abandonados: barraqueiros, barqueiros e moradores se viram como podem para manter o local atrativo para os visitantes.

Segundo a presidente da Associação de Bares e Restaurantes da localidade, Edivânia Benevides, o Rodeadouro é um cartão postal desprezado pela gestão municipal. “Infelizmente o poder público não chega aqui. Se a ilha do Rodeadouro hoje está funcionando é porque a gente está unido, correndo atrás de benefício de alguma forma para que a ilha não venha ficar fechada. Muitas vezes a gente chegou para pedir ajuda e simplesmente eles não nos atendiam. A única coisa que fez foi o calçamento sem saneamento”, conta.   

Edivânia ainda relata, que a escassez não está só no setor de Turismo. “Na comunidade não tem creche, não tem posto de saúde, não tem segurança pública, não tem saneamento básico. Pavimentação? É artigo de luxo. Falta tudo, política pública para fomentar o Turismo ninguém nunca ouviu falar”, acrescenta.

Sem apoio os prejuízos só acumulam. “Falta muito incentivo dos nossos governantes, principalmente da Prefeitura. Nós estamos desassistidos, não temos estrutura, a não ser a que nós mesmos temos da Associação”, frisa João Batista Coelho, presidente da Associação de Barqueiros.

O abandono já começa a ser visto na via de acesso ao Rodeadouro, uma rodovia esburacada e sem sinalização. Senhor Pelé, um marinheiro aposentando e um dos moradores mais antigos da comunidade, lembra dos tempos áureos do turismo e fala com tristeza sobre a decadência. “De uns anos para cá em caindo muito porque tá faltando muita observação do poder público, o turismo tá caindo muito. Cada ano que passa tá caindo mais, falta o poder público da olhada no povoado. Isso aqui tá muito abandonado, a gente também tá sofrendo muito”.
  
Quem chega se encanta com a receptividade dos moradores, mas se assusta com a falta de estrutura que compromete a beleza natural, e afasta os turistas, que procuram uma nova rota de acesso a ilha pela cidade vizinha. “Juazeiro não recebe mais um turista, hoje nosso turista tá vindo todinho por Petrolina, não existe esse incentivo político, né! O que temos aqui de bonito mesmo, é o potencial do nosso rio. O povo ama, tem a ilha do Rodeadouro como o melhor e único ponto turístico da região, mas tem esse abandono, é um descaso”, lamenta a moradora Clenice da Silva, popularmente conhecida por Gueguinha.





Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS