FAKE NEWS: SEGUNDO PESQUISA DO IBOPE 90% DOS BRASILEIROS APOIAM O PROJETO DE LEI .CONTRA NOTICIAS FALSA NA INTERNET.


Foto ilustração 

Da Redação
Prof. Taciano Medrado

Olá caríssimo(a)s leitore(a)s,

A criação de uma regulamentação para as redes sociais como forma de combater a disseminação de fake news é defendida por nove a cada 10 brasileiros. Isso foi revelado por uma pesquisa feita pelo Ibope sob encomenda da rede Avaaz. O resultado mostrou que para 90% da população é preciso obrigar as empresas responsáveis pelas plataformas, a exemplo de Twitter e Facebook, a protegerem a sociedade contra a desinformação.

Segundo o blog Sonar, do jornal O Globo, o apoio à regulamentação é ainda mais significativo entre os mais pobres, com renda de até dois salários mínimos (96%), moradores do Nordeste (94%), pessoas com nível de escolaridade com ensino fundamental completo (94%), mulheres (93%), pretos e pardos (92%) e evangélicos (92%).

Outro ponto abordado na pesquisa foi sobre as correções feitas por "checadores de fatos" independentes.Para 81% dos entrevistados, o Congresso deve obrigar por lei as empresas de redes sociais a mostrarem artigos com checagem de fatos para todas as pessoas expostas a conteúdo falso ou enganoso. Outros 15% discordam da medida.

Além disso, 76% dos entrevistados concordam com a proposta de exigir que as redes sociais rotulem contas automatizadas, os "robôs", enquanto 20% discordam e outros 4% não souberam responder à questão.

De acordo com o levantamento, 71% concordam que as redes informem em anúncios quem pagou por eles e também acreditam que o Congresso deve exigir que as empresas removam contas falsas ou que visam enganar as pessoas ao mesmo tempo garantam que usuários possam usar outro nome em seus perfis por questões de segurança ou por se tratar de contas humorísticas.

Em meio a isso, 68% afirmam que o governo não faz o suficiente para lidar com a desinformação, 72% não confiam na forma com que essas empresas tratam o tema e 76% se sentem preocupados com as notícias falsas e a desinformação na internet.

Para chegar nessa amostra, o Ibope ouviu cerca de mil pessoas espalhadas em todos os estados e no Distrito Federal, de quinta (28) a sábado (30). Feita por telefone, a pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança de 95%.

SITUAÇÃO NO CONGRESSO

O levantamento foi divulgado nesta terça (2) e ainda hoje o Senado deve começar a analisar um projeto de lei do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), que estabelece normas e mecanismos de transparência para as redes sociais e os serviços de mensagens na internet. De acordo com a publicação, um projeto parecido foi apresentado na Câmara.

Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS