JUIZ DETERMINA QUE 40% DO AUXILIO EMERGENCIAL SEJA PENHORADO PARA PAGAMENTO DA PENSÃO ALIMENTÍCIAS DOS FILHOS



Foto reprodução Jusbrasl 

Da Redação

Prof. Taciano Medrado

Olá caríssimo(a)s leitore(a)s,

O tema “pagamento de pensão alimentícia”  em tempos de pandemia do novo coronavirus, é um tema que tem suscitado muitas dúvidas, porém a justiça tem se posicionado firme quanto a questão.


O juiz da 2ª Vara de Família e Sucessões, Dr. Ronaldo Guaranha Merighi, de São José do Rio Preto – interior de São Paulo, determinou que 40% do auxílio emergencial que o pai tem direito a receber, será penhorado para que seja realizado pagamento da pensão alimentícia.


O auxílio emergencial é garantido pelo Governo aos trabalhos informais, microempreendedores, autônomos e desempregados de todo país como uma maneira de proteção emergencial para enfrentamento da crise causada pelo coronavírus.


O Magistrado constatou que o valor devido de pensão pelo pai era superior a 50% do salário mínimo vigente, e considerando que a penhora não pode ultrapassar 50% dos rendimentos segundo o CPC, ele determinou apenas a penhora de 40% do valor do benefício.


A penhora será mantida durante todo o período da pandemia que o pai receberá o auxílio emergencial.


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS