EDITORIAL: FECHAMENTO OBRIGATÓRIOS DE EMPRESAS POR CONTA DA PANDEMIA PODE LEVAR O PAIS A IMINÊNCIA DE UM "COLAPSO" NA ECONOMIA DO PAIS E DO MUNDO .


foto ilustração internet

Por: Taciano Gustavo Medrado Sobrinho 
Professor, Engenheiro , Administrador 

Olá caríssimo(a)s leitore(a)s,

Como vem alertando e sendo mal interpretado o Ministro Paulo Guedes e o Presidente Jair Bolsonaro , ao afirmar que, em continuando todo pais com as atividades produtivas  (Comercio e industrias ) geradoras de emprego e renda, fechadas, a economia do pais irá entra em “colapso".

Muitas empresas  estão sucumbindo e entrando em falência , com demissões de milhares de trabalhadores. Segundo matéria publicada hoje (09) pelo Bahia Noticias , tabloide da capital, após conceder férias coletivas aos seus empregados nas diversas unidades de produção na região de Itapetinga, a Indústria de Calçados Renata Mello concluiu o processo de demissão em massa e acabou encerrando as atividades sexta-feira (8).

De acordo com informações do sindicato que representa a categoria dos calçadistas, foram aproximadamente 1.800 demissões nas unidades de Itapetinga, Itarantim, Maiquinique, Macarani e Potiraguá, um verdadeiro baque econômico em plena pandemia do Coronavírus, período de extrema escassez de empregos, segundo o Sudoeste Hoje.

A saída da Renata Mello da região aconteceu sob a omissão total do governo estadual, que através do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) havia prometido uma solução para contar o processo de fechamento das fábricas na região, porém nenhuma medida foi tomada.

Compreende-se que o combate ao vírus letal do novo corona é muito importante, afinal trata-se de ações que visam salvar  vidas , porem não se poder esquecer que pra existir vidas , são necessários que haja produção de alimentos, e que as pessoas possam ter trabalho para garantir o sustento das suas necessidades básicas . De acordo com informações oriundas do próprio governo a metade da população do pais , cerca de 112 milhões  de brasileiros necessitaram receber o auxilo emergencial de R$ 600,00 . 

A pergunta que se faz é: Até quando o governo terá reservas para bancar esse custo social ? Já se fala que a casa da moeda irá emitir papel moeda para fazer face a esse gasto, o que será um grande risco para economia do pais, pois emissão de mais papel moeda significa a volta da inflação desenfreada onde fará com que a moeda perca seu valor , a exemplo do que temos visto na Venezuela que as cédulas de dinheiro estão espalhas pelas ruas como se fosse panfletos, pois perderam seu poder de aquisição.

Por fim , é preciso que se abram novamente o comercio , as industrias,  afinal os brasileiros nesses quase dois meses já devem ter apreendidos  e se conscientizados,  de que precisam agir com prevenção e cumprir os protocolos do OMS no que tange ao combate da pandemia do  coronavirus. 

Não se pode ficar aguardando que os pesquisadores da área de saúde descubram uma vacina eficaz num passe de mágica , de acordo com especialistas serão necessarios no minimo 2 a 3 anos para que isso aconteça.

Não dá pra esperar!! a volta da atividade produtiva e dos empregos é imperiosa! Que me perdoe aqueles que não concordarem com esse meu editorial , mas é o que eu penso!

Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS